Situado no Oceano Índico, no sul da Ásia, a ilha tropical do Sri Lanka tem uma história que remonta ao nascimento do tempo. É um lugar onde a alma original do budismo ainda floresce e onde a beleza da natureza continua abundante e intocada. Poucos lugares no mundo podem oferecer ao viajante tal combinação notável de paisagens deslumbrantes, praias, cativante património cultural e experiências únicas nesta compacta localização. Património Mundial da UNESCO, praias intocadas, 15 parques nacionais apresentando uma abundância de vida selvagem, plantações de chá exuberante, 250 hectares de jardins botânicos e uma cultura que remonta a mais de 2.500 anos. Esta é uma ilha de proporções mágicas, uma vez conhecida como Serendib, Taprobane, a Pérola do Oceano Índico, e Ceilão. Descubra o refrescante Sri Lanka!

Sri Lanka - Pacotes de Viagens


Pérola do Índico
DESDE1470€

Pérola do Índico

Saídas Diárias > 5 noites
Sri Lanka Mágico
DESDE1545€

Sri Lanka Mágico

Saídas Diárias > 5 noites
Dubai & Sri Lanka
DESDE1750€

Dubai & Sri Lanka

Saídas diárias > 7 noites
O Melhor do Sri Lanka
DESDE1885€

O Melhor do Sri Lanka

10 dias com Meia Pensão

Diversidade: O Sri Lanka é um pequeno milagre, em parte, devido à diversidade nesta ilha em forma de pérola, diversidade esta que se estende a praticamente todos os aspetos da vida do país. A ilha, cercada por diversas praias sublimes, apresenta ainda lagoas, pântanos rios, onde diferentes tipos de fauna habitam. No centro da ilha, erguem-se montanhas envoltas em névoa e cobertas por florestas, plantações de chás e quedas de água.

Pessoas: O Sri Lanka é uma sociedade multiétnica, multirreligiosa e multicultural, um reflexo do encontro da ilha com diferentes culturas. Tudo começou com os povos indígenas, os Veddahs, caçadores e coletores que ainda hoje existem. Os principais grupos étnicos são os cingaleses e tâmeis, originalmente do subcontinente indiano. Depois, os muçulmanos, que se estabeleceram na ilha a partir do momento que se tornou um centro comercial antigo. Da mesma forma, malaios e chineses também foram atraídos para a ilha. Os Portugueses e britânicos trouxeram com eles cafres da África, e uma variedade comerciantes europeus, os burgueses. Existem outras comunidades também, como os Chetties do sul da Índia, por exemplo. Qualquer que seja a sua situação na sociedade, o povo do Sri Lanka possui uma natureza calorosa e amigável refletida em persistentes rostos sorridentes e vontade de ajudar aqueles que não estão familiarizados com os aspetos da vida local. O Sri Lanka é muito hospitaleiro e tem orgulho em convidar as pessoas para suas casas, por mais modestas que sejam. Portanto, não se surpreenda se um motorista ou guia solicitar o gosto da sua companhia.

Património: A profundidade cultural do Sri Lanka é reconhecida pela UNESCO, que declarou seis locais arqueológicos como património mundial:
•    A cidade sagrada de Anuradhapura;
•    A antiga cidade de Polonnaruwa;
•    O templo dourado de Dambulla;
•    A antiga cidade de Sigiriya;
•    A cidade sagrada de Kandy;
•    A cidade velha de Galle e suas fortificações;
•    A reserva florestal Sinharaja.
Desde enormes Dagobas e restos de edifícios antigos presentes as antigas cidades de Anuradhapura e Polonnaruwa, passando pela incrível escadaria para o templo de Dambulla e os afrescos sensuais de donzelas celestes no palácio junto à rocha de Sigiriya, é possível visitar estes locais, considerados Património Mundial, dentro de uma área compacta chamado Triângulo Cultural. Na região montanhosa encontra-se a antiga capital real de Kandy, a casa do Maligawa Dalada ou Templo do Dente de Buda, que abriga a relíquia do dente sagrado de Buda. Com sua arquitetura diferenciada, a arte e a música, Kandy é um bastião da cultura tradicional. Ao contrário, em direcção ao sul, testemunha-se a experiência da herança colonial do país através do forte Holandês de Galle, em excelente estado de conservação. Com 14 bastiões maciços, um sistema de grade de ruas, e alguns bangalôs originais holandeses, o forte agita-se com a vida da mesma forma que fez quando Galle foi o principal porto do país.

Biodiversidade: A necessidade de conservar o ambiente estava profundamente enraizada na tradicional sociedade do Sri Lanka. Hoje, esta tradição continua com 13% do Sri Lanka conservado através de parques nacionais, reservas, santuários e corredores da selva. Sri Lanka possui um alto grau de biodiversidade. Na verdade, a ilha (em conjunto com os Gates Ocidentais da Índia) foi identificada pela Conservation International como um dos 34 pontos de biodiversidade mundiais quentes. Além disso, a Reserva Florestal Sinharaja, a última área do país viável de floresta tropical primária, foi considerada pela UNESCO como Património da Humanidade. O que é notável é a alta proporção de espécies endémicas. Um safari em um dos 14 parques nacionais oferece a oportunidade de ver alguns dos 91 mamíferos do Sri Lanka - elefante, leopardo, urso-preguiça, sambhur, cervo manchado, porco, rato, javali, porco-espinho, tamanduá, gato de algália, loris, esquilo gigante, e macacos como o macaco folha, o macaco de cara roxa e o langur cinzento. A ilha é um paraíso ornitólogo, com mais de 233 espécies residentes e, incluindo as espécies migratórias, este número chega às 482 espécies. Existem 171 répteis. Felizmente, apenas cinco das 83 espécies de serpentes são letais. 
Aventura e Desportos: Com mais de 1.600 km de costa, o Sri Lanka é um local ideal para windsurf, ski aquático, surf, vela, mergulho, canoagem em rápidos e banana boat. Os principais locais para desportos aquáticos estão localizados na região de Negombo, na costa oeste, Wadduwa, Kalutara e Beruwela na costa sul-ocidental, e Bentota, Hikkaduwa, Galle, Unawatuna, Koggala, Tangalle e Hambantota no sul e sudeste da costa. A disponibilização dos desportos aquáticos é executada por profissionais locais e estrangeiros (incluindo instrutores qualificados pela PADI) e aluguer de equipamentos. O Sri Lanka possui mais de 100 rios e lagoas, por isso há muitas opções para fazer caiaque e canoagem, com possibilidade de combinar com uma viagem de acampamento. Dois locais populares são o Ganga Kalu e o Ganga Kelani (rios). O Ganga Kelani perto Kitulgala tem rápidos e corredeiras ideais para rafting (de novembro a abril apenas), variada paisagem, fauna e sítios arqueológicos que oferecem excelentes oportunidades para trekking. A floresta Sinharaja apresenta trilhos naturais de interesse excecional. É ainda possível praticar parapente, escalada e caminhadas.

Alimentação: O cultivo de vários tipos de arroz, especiarias, legumes e frutas, juntamente com as influências estrangeiras do passado, garante que o Sri Lanka tem uma gastronomia variada. A arroz é usualmente consumido com beringela, batata, banana verde, frango ou peixe. Lamprais, uma iguaria do Sri Lanka introduzida pelos holandeses, é composta por arroz e acompanhamentos assados em folhas de bananeira. Os amantes de frutos do mar alegrar-se-ão com o peixe fresco, camarão, caranguejo, lula e lagosta aqui servidos. As sobremesas incluem búfalo coalhada comido com palmmel, e o wattalapam. O Sri Lanka tem uma maravilhosa variedade de petiscos como costeletas, rissóis, Pang malu (peixe pão), e kimbula bunis que são excelentes para levar em viagem. São exemplos dos frutos mais populares a manga, abacaxi, banana e mamão, mas também é possível encontrar outros exemplos menos conhecidos, como sapoti,mangostão, rambuttan, woodapple, creme de maçã e beli.

Compras: As compras no Sri Lanka variam desde regatear com um vendedor de artesanado na praia, escolher frutas em mercados tradicionais ou escolher roupas das últimas modas internacionais (o Sri Lanka é um grande exportador de vestuário), enquanto desfruta do ambiente de um centro comercial de luxo em Colombo. Visite uma loja de artesanato e observe os desenhos tradicionais, como makara (um animal mítico, o leão, cisne, elefante e lótus, que são mais evidentes em trabalhos de metais (caixas, bandejas, vasos) e talheres (esculpidos e filigrana de joias) que fazem ótimas lembranças. Além disso, máscaras rituais, utensílios de laca, batik e tecidos artesanais, rendas, e esculturas em madeira são populares. Por último, mas certamente não menos importante, o Sri Lanka tem uma grande variedade de pedras preciosas como safiras azuis, safiras estrela, rubis, olho de gato, granadas, pedras semipreciosas, águas-marinhas e topázios.

Capital do Sri Lanka: Colombo
Área: 65 000 km²
População: 19 000 000 habitantes
Línguas: Cingalês, tâmil
Principais Cidades: Trincomalee, Dehiwala, Moratuwa, Negombo
Moeda: Rupia do Sri Lanka
Diferença Horária: +6 horas
Visto: Os cidadão portugueses necessitam visto para entrar no país, este poderá ser retirado á chegada.
Passaporte: Obrigatório com validade mínima de 6 meses
Clima: Clima equatorial. Calor e humidade constantes nas costas e nos planaltos do Sri Lanka. As temperaturas são temperadas e o clima mais seco na montanha. Existem dois períodos de chuva importantes: a grande monção (de maio a agosto) nas costas ocidentais e sul do Sri Lanka, e a pequena monção que se prolonga de Novembro a Janeiro na costa oriental (precipitações muito fortes, mas que se tornaram escassas nestes últimos anos). De Janeiro a Abril, as chuvas tornam-se escassas e o clima é bastante ensolarado.