A África do Sul é, seguramente, o país mais desenvolvido, mais industrializado e mais cosmopolita do continente Africano cuja oferta é quase inesgotável. Parques Nacionais e Reservas Privadas onde poderá observar em qualquer altura do ano os Big Five da savana africana, circuitos turísticos como o Garden Route ou a Winelands que lhe mostram um país verdejante e agrícola e fantásticas praias, nomeadamente na zona de Durban, que fazem as delicias dos amantes do surf. Cidades cosmopolitas como Sun City, Port Elizabeth e, no extremo Sul do continente onde os oceanos Indico e Atlântico se "encaixam", a fantástica Cidade do Cabo, são locais que não deverá deixar de visitar.

Africa do Sul - Pacotes de Viagens


Cidade do Cabo
DESDE975€

Cidade do Cabo

Saídas todas as Terças, Quintas, Sábados e Domingos
Kruger Park
DESDE1535€

Kruger Park

Partidas Diárias
África do Sul Mágica
DESDE1880€

África do Sul Mágica

Datas de Partida Especificas

Joanesburgo
Joanesburgo (em Africâner e Inglês Johannesburg) é a maior cidade da África do Sul e o principal núcleo urbano, industrial, comercial e cultural do país. Com cerca de 4 milhões e meio de habitantes residindo dentro de seus limites, é uma das maiores e mais densamente povoadas cidades da África e do Hemisfério Sul, figurando como a sexta cidade mais populosa do continente Africano. No entanto a sua região metropolitana, que constitui o maior aglomerado urbano-industrial sul-africano e que incluí todas as cidades vizinhas ou próximas de Joanesburgo, incluindo Pretória, pode abrigar entre 7 e 10 milhões de habitantes o que a coloca como uma megacidade global. Apesar de ser confundida como capital da África do Sul, a cidade não é um dos três centros políticos do país, embora Pretória, a capital executiva do país situada a 55 km ao norte de Joanesburgo, se figura como parte de sua região metropolitana. É na região sul de Joanesburgo que situa a Township de Soweto, uma área populacional de mais de 1.2 milhões de habitantes que se estende por mais de 200 Km2 e que ficou famosa durante o regime de apartheid, tendo figurado como uma cidade independente de Joanesburgo desde 1970 até o final dos anos 90. Joanesburgo não é tradicionalmente conhecida como um destino turístico, mas a cidade é um ponto de escala de voos para Cidade do Cabo, Durban e o Parque Nacional Kruger. No entanto, a nível de atracções turísticas e nomeadamente a nível cultural, Joanesburgo tem vivido um franco desenvolvimento como seja o Museu do Apartheid, o Museu Hector Pieterson e o Museu de Mandela, que está situado na antiga casa de Nelson Mandela no Soweto. Gold Reef City, um grande parque de diversões, é também um local visitado pelos turistas bem como o Zoológico de Joanesburgo. O Berço da Humanidade (Património Mundial) está a 25Km da cidade e o sítio arqueológico de Sterkfontein é famoso por ser o mais rico em hominídeos.
 

Cape Town
Uma das cidades mais atraentes do país e com fascinantes paisagens. É considerada a cidade mãe da África do Sul. A Cidade do Cabo foi fundada pelos holandeses em 1652 como entreposto comercial na rota do oriente, a primeira fundada por europeus na região tendo-se tornado numa possessão britânica em 1814. A Cidade do Cabo (Kaapstad em Africâner), com cerca de 3 milhões e meio de habitantes e que se estende por uma área de 2.450 Km2, faz parte do Município metropolitano da Cidade do Cabo, na província do Cabo Ocidental. É a capital legislativa do país, onde o Parlamento Nacional e muitos escritórios do governo estão localizados. Também é a capital da província. É a segunda cidade mais populosa do país, ficando atrás apenas de Joanesburgo. A Cidade do Cabo é famosa pelo seu porto natural, incluindo marcos bem conhecidos, como a Table Moutain e a Table Bay, sendo um dos mais populares destinos turísticos nacionais. É o segundo mais populoso núcleo urbano, financeiro e cultural do país, depois de Joanesburgo. A cidade é um importante polo comercial e industrial, tendo um dos principais portos do país. O clima da Cidade do Cabo é mediterrânico de Verões amenos e com as estações do ano bem definidas. O Inverno começa no mês de Junho e acaba em Setembro e são meses frescos e húmidos sendo que a temperatura média do mês mais frio durante esta época do ano é de 12,5°. O Verão começa em Dezembro e acaba em Março e é ameno e seco sendo a temperatura média do mês mais quente 21,5 °.
 

Durban
Durban é uma cidade sul-africana localizada na província de KwaZulu-Natal, na costa do Oceano Índico. Em 25 de Dezembro de 1497, o navegador português Vasco da Gama, a caminho da Índia, aportou num porto natural da costa leste africana que batizou de "Natal" por estar na época Natalícia. Com 2,7 milhões de habitantes (4 milhões na área metropolitana) Durban é a terceira maior cidade do país depois de Joanesburgo e da Cidade do Cabo e é a cidade de Mundo onde se encontra a maior comunidade Indiana. A língua mais falada é o Zulu, seguida pelo Inglês, o Africâner e o Hindi. O seu porto é o maior de toda a África (entre os portos generalistas) e aloja o maior terminal de contentores de todo o Hemisfério Sul, bem como um substancial sector industrial. O poeta e escritor português Fernando Pessoa passou a maior parte de sua juventude na cidade, no período de 1895 a 1905, antes de regressar definitivamente a Portugal. Durban, em geral, oferece amplas atrações turísticas especialmente para o turismo interno tendo perdido o seu posto de procura por turistas internacionais para a Cidade do Cabo na década de 1990. A cidade é também uma porta de entrada para os parques nacionais e locais históricos de Zululândia e do Drakensberg.
 

Pretória
A norte da província Gauteng, Pretória é a capital executiva da África do Sul. O antigo nome Pretória deriva de Andries Wilhelmus Jacobus Pretorius, fundador da cidade e primeiro presidente da República Bôer do Transvaal, durante algum tempo denominada República Sul-Africana. A cidade, com cerca de 1.600.000 habitantes, está localizada 48 km a nordeste de Joanesburgo. A cidade tem um clima ameno e é, provavelmente, a mais ensolarada capital do mundo recebendo mais de 3.300 horas de sol por ano (média superior a 9 horas diárias). O diamante Cullinan (o maior diamante jamais encontrado) foi descoberto na cidade de Cullinan, perto de Pretória, na mina Premier, em 26 de Janeiro de 1905. The Old Church Square é o centro histórico de Pretória, um antigo ponto de encontro popular para os cidadãos e comerciantes. Uma série de majestosos edifícios antigos que têm um papel significativo na história da cidade localizam-se na região e o monumento em honra ao Presidente Paul Kruger confere um caráter especial a esta praça. National Zoological Gardens da África do Sul, Museu Histórico Nacional, Praça da Igreja, Transvaal Museum, FortsKruger House (residência do presidente Paul Kruger), Melrose House e Freedom Monument são pontos de interesse da cidade a merecer destaque. A posição estratégica de Pretória, o seu clima e a existência de recursos humanos qualificados, atrai inúmeros investimentos nomeadamente na área da educação. Estima-se que entre 85 e 90% de toda a investigação e desenvolvimento na África do Sul, está concentrada em Pretória.


Porto Elizabeth
É uma cidade da África do Sul localizada na província do Cabo Oriental a aproximadamente 770 km da Cidade do Cabo. A cidade foi fundada em 1820 por colonos britânicos. Hoje conta com mais de 1 milhão de habitantes e é o quinto maior centro urbano do país. A área em torno da Baía de Algoa era habitada por tribos Autóctone antes da chegada dos primeiros colonos europeus. Contudo há pouca ou nenhuma evidência desses primeiros habitantes.
Os primeiros europeus a visitar a área foram Bartolomeu Dias que, em 1488,desembarcou em St Croix Island na Baía de Algoa Baía e Vasco da Gama em 1497. Durante mais de um século a área foi simplesmente marcada nas cartas de navegação como "um local com água doce".

Sun City

Sun City é um luxuoso e extravagante resort situado no coração Bushveld Sul-Africano, província North-West, a 190 km de Johanesburgo e próximo ao Pilanesberg National Park. É sobretudo um complexo de entretenimento que inclui hotéis com casino, passeio de balão e para-pente, observação de pássaros, safaris, shows e instalações para a prática de vários desportos. Pode ser entendido como um parque temático que inclui praia artificial e piscinas de ondas para a prática do surf e body bord. O palácio da cidade perdida (Palace of the Lost City) ocupa uma área de 250 mil m2 e “exagera” nas atrações. Inclui cascatas, amostras de florestas, campo de golfe com jacarés e aquários. A Sun City é um excelente destino, com entretenimento adequado tanto para crianças como para adultos e diversas opções de alojamento. Sun City fica apenas a 20 Km do Parque Nacional, ou seja, é possível efectuar um autêntico Safari.

Kruger National Park

O Parque Nacional Kruger é a maior área protegida da África do Sul cobrindo cerca de 20 000 km2. Está localizado no nordeste do país, nas províncias de Mpumalanga e Limpopo e faz fronteira com os distritos Moçambicanos de Moamba e Magude. Com uma extensão de cerca de 350 km de norte a sul e 60 km de leste a oeste é um local onde seguramente poderá observar aqueles que são considerados os Big Five da Savana Africana (Elefante, Rinoceronte, Búfalo, Leão e Leopardo) é, por isso, um local de atracção para turistas de todo o Mundo. A grande emoção do Kruger é o facto de, a qualquer momento, podermos dar de cara com um animal selvagem, encontrar uma manada de Leões a devorar a sua presa ou observar uma manada de Elefantes a atravessar a savana. Experiências inesquecíveis.

 

Superfície: 1.221.037 Km2
População: 56.700.000 habitantes (sensos de 2017)

Geografia: A África do Sul está localizada no extremo sul do continente Africano, com uma região costeira que se estende por mais de 2.500 km sendo banhada por dois oceanos (Atlântico e Índico). Com uma extensão territorial que ultrapassa 1.220.000 Km2 é, em área, o 25.o maior país do mundo. Faz fronteiras a Norte com a Namíbia, Botswana e Zimbabwe e a este com Moçambique e a Swazilândia. O país é conhecido pela sua biodiversidade e pela variedade de culturas, idiomas e crenças religiosas. A constituição reconhece 11 línguas oficiais. Duas dessas línguas são de origem europeia: o Africâner (que é falado pela maioria dos brancos e mestiços sul-africanos) e o Inglês Sul-Africano que é a língua mais falada na vida pública oficial e comercial, mas é apenas o quinto idioma mais falado no país. A África do Sul tem uma paisagem variada; Na parte ocidental, estende-se um grande planalto composto em parte por deserto e em parte por pastagens e savanas, cortado pelo curso do rio Orange. A sul, erguem-se as cordilheiras do Karoo e, a leste, o Drakensberg, a maior cadeia montanhosa da África meridional. A capital do país é Pretória sendo a Cidade do Cabo a capital legislativa e Bloemfontein a capital judicial.
Visto: Os cidadãos portugueses que pretendam visitar a África do Sul em turismo não necessitam de visto. Os serviços de imigração e fronteiras exigem, todavia, à entrada no país, a apresentação de um passaporte com pelo menos duas páginas livres e válido por, pelo menos, trinta dias após a data prevista para a saída. Desde Novembro de 2015 a República da África do Sul apenas aceita passaportes eletrónicos. Sublinha-se que, desde 1 de Junho de 2015, a entrada e saída de crianças menores na República da África do Sul exige a observação de requisitos específicos como seja, entre outros e desde que acompanhada pelos 2 progenitores, a apresentação de Cartão de Cidadão e Certidão de Nascimento Integral ou Narrativa completa Original.

Diferença horária: No Verão +1 hora e no Inverno +2 horas que em Portugal continental.
Idioma: Há 11 línguas oficias sendo que o Inglês e o Africâner são as mais faladas. Mesmo a população que fala Africâner fala Inglês

Clima: As províncias do Gauteng (Pretoria e Joanesburgo), North West, Limpopo e Mpumalanga (Kruger Park) registam um clima continental com invernos, Maio a Agosto, secos e frios e com acentuado arrefecimento nocturno e verões quentes e chuvosos de Outubro a Março. A província do Kwazulu-Natal (Durban) regista um clima subtropical, húmido e muito quente no Verão. A província do Western Cape (Cidade do Cabo) tem um clima mediterrânico, com verões quentes e invernos chuvosos. Note-se que, em geral, o período do inverno é mais frio do que se poderia esperar num país do Continente Africano.
Moeda local / sistema bancário: A moeda local é o Rand (também conhecido por ZAR). O sistema bancário funciona bem. Cartões de crédito Visa, Master Card, American Express e Diners Club são aceites nos hoteis, lodges e na maioria dos restaurantes e lojas nas principais cidades e centros turísticos. Com estes cartões é também possível levantar dinheiro nas caixas automáticas e bancos. Traveller’s cheques e moeda estrangeira podem ser trocados em qualquer banco comercial na maioria das cidades e também nos hotéis ou lodges.
Gratificações: Gratificar por um serviço é prática corrente na África do Sul e geralmente ronda os 10% sobre o valor da factura. Gratificações a bagageiros (ZAR 5,00 por mala), motoristas/guias (ZAR 30,00 a 50,00 por pessoa, por dia) e pessoal dos hoteis/lodges (ZAR 5,00 a 8,00 por pessoa, por dia). No entanto estes valores são meramente orientativos e a gratificação é recomendada se o cliente está satisfeito com o serviço recebido.
Números de emergência: 10111 é o contacto Nacional de Emergência.
Cuidados de saúde: Deverá sempre consultar o seu médico antes de viajar. Aconselhamos um seguro de saúde que cubra todas as despesas médicas, incluindo, explicitamente, o repatriamento. Caso venha de um país e/ou tenha estado num país há menos de 6 meses, onde a febre- amarela seja endémica deverá apresentar a prova de vacinação contra a doença. A malária é endémica em certas regiões do país, principalmente nas zonas de baixa altitude das Províncias de Limpopo (incluindo o Parque Nacional Kruger), Mpumalanga e KwaZulu-Natal pelo que se recomenda a medicação profilática.
Comunicações: A África do Sul dispõe de uma boa rede de telecomunicações. Rede fixa (Telkom) de boa qualidade e três operadores de telemóveis (MTN, Vodacom e Cell C) com boa cobertura. O prefixo telefónico Internacional é +27.
Electricidade: 220 volts AC 50hz com tomadas de 3 pinos.

Vestuário: Recomenda-se o uso de roupa e calçado prático e confortável. Não esquecer de levar também 1 ou 2 peças de roupa mais quente pois os dias são quentes mas as noites podem ser frias. Recomenda-se o uso de chapéu e óculos de sol.
Dicas de Viagem: Quanto melhor equipado viaje mais desfrutará a viagem. Não deve viajar com demasiada bagagem mas sim com a bagagem adequada. Não esqueça os seus documentos de viagem bem como, se for o caso, a sua medicação pessoal. Além do cartão de crédito deverá também levar algum cash em notas pequenas de €uro. Material fotográfico e/ou de filmagem é importante para “mais tarde recordar” e não esqueça os respectivos carregadores. Os binóculos ajudarão a apreciar certos spots mais ao pormenor. Óculos de sol, chapéu, roupa leve e prática e calçado confortável são fundamentais. Tenha alguns cuidados alimentares nomeadamente no consumo de legumes crús, beba apenas água engarrafada e se consumir gelo certifique-se que é embalado e purificado. Não esqueça o protector solar e leve um bom repelente de insectos.