Pirâmides, hieróglifos, faraós, o lendário Nilo. Também uma moderna nação árabe e muçulmana, de ruas caóticas e com mesquitas que há muito substituíram templos de deuses como local de culto. Ir ao Egipto é conhecer um lugar e as suas gentes, que caminha sobre a linha do tempo há mais de 5.000 anos.

Estadias no Cairo, Cruzeiros pelo rio Nilo e Lago Nasser, Alexandria, Abu Simbel, estadias no Mar Vermelho em Hurghada ou Sharm El Sheik, Safaris no Deserto, Mergulho, Golf… seja qual for o itinerário terá sempre a garantia de um especialista e o único operador em Portugal com receptivo próprio no Egipto.

Egipto - Pacotes de Viagens


Encantos do Egipto
DESDE404€

Encantos do Egipto

Cairo & Cruzeiro > Oferta Nov, Dez e Jan
Egipto Mágico - até Abril 2022
DESDE589€

Egipto Mágico - até Abril 2022

Cairo & Cruzeiro > visita a Abu Simbel
O Melhor do Egipto - Oferta da visita ao Museu das Múmias
DESDE687€

O Melhor do Egipto - Oferta da visita ao Museu das Múmias

Cairo & Cruzeiro > PC + Abu Simbel
Egipto Fantástico de Lisboa e Porto
DESDE1035€

Egipto Fantástico de Lisboa e Porto

Cairo & Cruzeiro Nilo até Abril 2022
Egipto Mágico de Lisboa e Porto
DESDE1049€

Egipto Mágico de Lisboa e Porto

Cairo & Cruzeiro Nilo & Abu Simbel
O Melhor do Egipto de Lisboa e Porto
DESDE1149€

O Melhor do Egipto de Lisboa e Porto

Cairo & Cruzeiro Nilo & Abu Simbel
Egipto Incrível
DESDE1215€

Egipto Incrível

Cairo, Cruzeiro no Nilo & Praia em Hurghdada, regime TI
Egipto Mágico - Reveillon
DESDE1459€

Egipto Mágico - Reveillon

Cairo & Cruzeiro > 27 Dez > Abu Simbel
Egipto Fantástico - Reveillon
DESDE1468€

Egipto Fantástico - Reveillon

Cairo & Cruzeiro > 27 Dez > visitas
Nilo & Sharm
DESDE1540€

Nilo & Sharm

Cairo, Cruzeiro no Nilo & Praia em Sharm El Sheik, regime TI
O Melhor do Egipto - Reveillon
DESDE1567€

O Melhor do Egipto - Reveillon

Cairo & Cruzeiro > 27 Dez > PC + Abu Simbel

Cairo: Capital do País, com uma população de 16 milhões de habitantes. Fundada à mais de mil anos pelos Faimitas, é considerada a maior cidade de África, a mais caótica e a mais simpática.

Pirâmides e Esfinge: Situadas na mais fantástica e impressionante necrópole do mundo: Gizé, destacam-se as três pirâmides mais importantes, Keops, Kefrèn e Micerinos, que se elevam majestosamente à mais de 4.500 anos. Ao lado das pirâmides, está a esfinge, metade Homem metade leão, que majestosa e serena guardava a entrada do Templo funerário.

Cidadela: Construída no Séc. XII d.C. sobre uma colina que domina o Cairo. Destaca-se a Mesquita de Mohamed Ali, também chamada por mesquita de Alabastro, no centro da cidade, moderna e de estilo otomano. A partir do seu pátio pode desfrutar-se de uma magnifica vista sobre o Cairo e as pirâmides.

Museu Egípcio: Fundado pelo arquitecto Mariette Pasha, o Museu das antiguidades guarda o maior tesouro arqueológico, que chega quase ao meio milhão de peças dos diferentes impérios da era Faraónica. Destaca-se o fabuloso e intacto tesouro de Tutankamon, encontrado no túmulo descoberto em 1922 por Howard Carter.

Khan El Khalili: Um dos Bazares mais célebres do Oriente. É um labirinto de estreitas ruas, onde se encontra múltiplas tendas nas quais se fabrica, armazena e vendem jóias, tapeçaria, perfumes, especiarias, etc...

Menphis e Sakkara: A 25 Km a sul do Cairo encontra-se a antiga cidade de Menphis; uma grande estátua de Ramsés II e uma esfinge, são o testemunho do esplendor do antigo império. Perto está a necrópole de Sakkara com a mastaba de Zoser. Numerosas pirâmides e centenas de mastabas, algumas decoradas com pinturas de excepcional beleza.

Luxor: A antiga Tebas. O nome actual deriva do árabe Al Cosur que significa "os palácios". Capital do novo império, era a zona de culto a Amón. A este do Nilo, em pleno centro da cidade, encontra-se o majestoso Templo de Luxor, construído por Amenofis II em honra a Amón. Uma avenida de esfinges leva-nos ao grandioso Templo de Karnak. Na zona oposta está a necrópole de Tebas, e lá podem-se ver alguns dos mais importantes monumentos da arte sepulcral Egípcia, Templo da Rainha Hatshepsut (Deir El Bahari) e os colossos de Mémnon. Na sua proximidade está o famoso vale dos Reis e das Rainhas, que guardam os túmulos de alguns dos mais importantes faraós do Egipto, entre eles o do mítico Tutankamon, Ramsés II e Tutmosis III.

Esna: É uma cidade agrícola situada ao lado da primeira comporta do Nilo, a uns 48 Km a sul de Luxor. O templo de Khnum é o monumento mais importante da cidade. Construído na época greco-romana, o edifício está suspenso por 24 colunas com diferentes capitules. Tantos estas como os muros estão cobertas por textos e cenas, especialmente as dos deuses que são as mais impressionantes.

Edfú: Local onde se controlava a entrada e a saída do país núbio, no tempo do antigo império. O grande templo de Horus foi no passado parcialmente coberto por algas durante as inundações periódicas do Nilo. Uma vez finalizado o trabalho de restauro, encontramos um dos mais belos locais da época Ptolemaica, num estado de conservação excepcional.

Kom Ombo: Sobre um pequeno promontório, numa curva do Nilo, está o templo que foi único no Egipto. Edificado durante o império dos Ptolomeus, foi consagrado aos deuses Horoeris com cabeça de falcão e a Sobek com cabeça de crocodilo. Nos muros exteriores e interiores do recinto estão representadas curiosas cenas e preciosos relevos que proporcionam valiosos dados técnicos sobre os antigos métodos artísticos.

Assuão: A cidade mais meridional do Egipto, junto às grandes comportas que retêm as águas do lago Nasser, conta com mais de 250.000 habitantes, na sua maioria de raça núbia, uma das mais esbeltas do mundo, de cor escura e rasgos finos. Pode-se visitar a grande barragem, o Obelisco inacabado na pedreira de granito, a ilha elefantina, o túmulo de Agha Khan, o precioso jardim botânico na ilha Kitchener e os restos do templo de Khnum e o Templo de Philae.

Abu Simbel: A 300 Km a sul de Aswão, elevam-se os Templos de Abu Simbel, o santuário mais impressionante de Nubia. O grande templo de Ramsés II, assombra com a sua fachada com quatro gigantescas estátuas do faraó Ramsés II de 21 metros de altura que guardam a entrada das salas hipostilas do templo. Ao lado encontra-se o pequeno templo, dedicado a Hathor e à Rainha Nefertari. São considerados como os mais completos e belos artisticamente. Com a construção da grande barragem de Assuão, os templos foram condenados a ficar submersos pelas águas do imenso lago Nasser. De baixo dos auspícios da UNESCO, o Egipto, com a colaboração de numerosos países, realizou os trabalhos de resgate mudando os templos, cortando em blocos para reconstrui-los noutro local, mais elevado.

Alexandria: Fundado por Alexandre Magno, é considerada a segunda capital do Egipto e um dos portos mais importantes do Mediterrâneo. Os Lugares de mais interesse são: o Museu Greco-romano, a coluna de Pompeia, erguida em honra do imperador Diocleciano, a fortaleza de Kaitbay, erguida no mesmo lugar do antigo farol de Alexandria e os jardins de Almuntazah onde está o palácio do rei Farouk.

Hurghada: Grande centro turístico situado a 250 Km de Luxor na costa ocidental do Mar Vermelho, banhado por águas cristalinas, fronteiriço com o deserto e com as montanhas. A principal atracção de Hurghada reside na incomparável beleza submarina com suas ilhas de coral e a imensa beleza e variedade de fauna subaquática. As instalações turísticas proporcionam ao visitante os mais completos e variados serviços: numerosos restaurantes, excursões para explorar o deserto, centros de mergulho e grandes facilidades para a prática de todo o tipo de desportos náuticos.

Sharm El Sheik: Importante zona turística na ponta meridional da península de Sinai, junto às transparentes águas do golfo de Aqaba. É considerado como um dos melhores locais do mundo em corais e exótica fauna marinha. As suas solitárias praias, entre elas a famosa baia de Naama, e a paisagem deserta em sua volta, são um convite para os que não querem abdicar de umas férias em tranquilidade. Sharm El Sheik para alem do seu incrível ambiente subaquático, oferece uma completa infra-estrutura turística e para alem disso, é uma lugar ideal conhecer a montanha de Sinai e o mosteiro de Santa Catarina.

Temperaturas Médias:

                         Inverno           Verão

                       Mín/Máx        Mín/Máx

Cairo               8 – 20 ºC      24 – 33 ºC

Assuão          11 – 28 ºC      27 – 40 ºC

Luxor             10 – 26 ºC      24 – 38 ºC

Hurghada        9 – 27 ºC      20 – 33 ºC

Alexandria     12 – 20 ºC      22 – 30 ºC

Documentação: É necessário Visto e Passaporte com validade mínima de 6 meses.

O Que Levar na Mala: Recomendamos que leve roupa de verão com tecidos naturais e ligeiros. Para os meses de inverno é necessário levar alguma roupa mais quente para as noites mais frias. São imprescindíveis sapatos cómodos, calções de banho, óculos de sol, chapéu e protector solar.

Moeda: A moeda é a Libra Egípcia – Pound em Inglês, Guinesh em Árabe – dividida em 100 Piastras. 1 Euro = 7,5 Libra Egípcia (valor aproximado) O Euro pode ser trocado nas diversas casas de câmbio ou nos bancos que existem em todas as cidades. Os cartões de crédito são aceites na maioria dos hotéis e no comércio, no entanto existem alguns Barcos dos cruzeiros que não os aceitam.

Gratificações: Também chamadas por “bakshish”, são obrigatórias, pois uma grande maioria de pessoas depende exclusivamente delas para viver. Nos restaurantes, o normal é deixar 10% do total da despesa. Outras gratificações comuns são a motoristas, maleiros, tripulações dos cruzeiros, guias, guardas dos templos, etc... Ao efectuar a sua reserva será solicitada uma quantia, a pagar localmente, onde estão incluídas todas as gratificações a distribuir ao longo da viagem. Desta forma o valor pago será distribuído de forma justa e evita a constante distribuição de dinheiro pelos viajantes.


Compras: Trabalhos artesanais feitos com couro, prata e cobre com incrustações, figuras em âmbar e alabastro, objectos em latão e cobre, sedas, papiros, tapeçarias, etc... são muito apreciados, sem nunca abdicar da arte de bem regatear os preços.

Cruzeiros: O baixo nível do rio Nilo, encerra as comportas, entre outros factores de força maior que podem afectar o programa, as direcções das companhias de navegação reservam o direito de modificar os itinerários ou anular alguma visita, sem aviso prévio e que não dará direito a reembolso.

A) TODOS OS  PASSAGEIROS QUE VIAJAM PARA O EGIPTO DEVEM APRESENTAR UM DOS SEGUINTES CERTIFICADOS:

CERTIFICADO DE VACINAÇÃO

Este certificado deve atender aos seguintes requisitos:

1.Ser emitido por um  laboratório credenciado no país de vacinação.
2.Possuir código QR e ser impresso de forma legível.
3.Comprovar que se encontra totalmente vacinado há pelo menos 14 dias antes da partida. .

As vacinas aceites pelas autoridades egípcias são: Pfizer, Moderna, AstraZeneca,Sinopharm, Sinovac, Sputnik e Janssen.

NOTA IMPORTANTE: o Egito requer doses DUPLAS para Pfizer, Moderna, AstraZeneca, Sinopharm, Sinovac e Sputnik. As autoridades egípcias NÃO ACEITAM certificados de vacinação emitidos com dose única nos casos em que ja houve doença. Nestes casos, para entrada no Egito, será obrigatório a apresentação de um teste PCR negativo.

 

CERTIFICADO DE PCR:

Podem apresentar teste de PCR negativo realizado no máximo 72horas antes do vôo.

O certificado PCR deve atender aos seguintes requisitos:

1.Deve incluir a hora da colheita da amostra, a partir da qual serão contadas 72 horas.
2.Deve ser original, emitido e certificado por um laboratório oficial.
3.Deve indicar o tipo de amostra colhida.
4.Deve indicar claramente que se trata de um teste PCR.
5.O certificado deve ser emitido em inglês e / ou árabe.
6.Para verificar a veracidade do documento, o certificado deve incluir o selo do laboratório onde foi realizado o teste de PCR e o código QR válido.
7.Menores de seis anos ficam dispensados ​​de realizar o teste PCR.

 

NOTAS IMPORTANTES:

O certificado de teste em formato digital não é aceite.

Testes de antígeno não são aceites.

Nenhum teste PCR sem um QR code será aceite a partir de sexta-feira, 18/06/2021 às 00:01

 

À chegada ao Egipto é ainda obrigatório apresentar um formulário (Public Health Declaration Form) que deverá ser devidamente preeenchido e assinado (fornecido a bordo ou à chegada ao aeroporto). Os passageiros devem possuir o formulário integral, impresso. Não são aceites formulários em formato digital.

 

B) CONDIÇÕES DE ENTRADA NA ESPANHA (para passageiros que embarquem no nosso voo charter à saída de Madrid)

INFORMAÇÕES PARA CIDADÃOS DA UE, ESTADOS DE SCHENGEN E ESTRANGEIROS RESIDENTES EM ESPANHA:

A partir de 14 de julho de 2021, para entrar na Espanha, todos os passageiros maiores de 12 anos deverão apresentar um dos seguintes certificados de controle sanitário:

-Certificado de vacinação emitido pelas autoridades competentes do país de origem, emitido 14 dias após a data de administração da última dose do plano de vacinação.
-Certificado de PCR negativo emitido nas setenta e duas horas antes da chegada a Espanha, considerando este período a partir da hora de colheita da amostra.
-Certificado de antígeno negativo emitido nas quarenta e oito horas anteriores à chegada a Espanha, considerando este período a partir da hora da colheita da amostra.
-Certificado de recuperação.

 

Os certificados devem ser redigidos em espanhol, inglês, francês ou alemão.

 

Da mesma forma, todos os passageiros (incluindo menores de 12 anos) que chegam a Espanha por via aérea ou marítima, incluindo aqueles que vêm em trânsito para outros países, deve preencher um formulário de controle de saúde antes da partida, através do site www.spth.gob.es ou da aplicação Spain Travel Health –SpTH–.

Os certificados acima e o código QR gerado pela Spain Travel Health serão verificado pela companhia aérea no momento do embarque. Além disso, na chegada a Espanha, os passageiros serão submetidos a um controle sanitário que inclui medição de temperatura, controle visual e verificação da correspondência entre o  certificado e código QR.

 

IMPORTANTE: é imprescindível que ao preencher o formulário SPTH indique o nº de lugar atribuído no voo de ida. A violação desta condição, bem como do preenchimento ilegítimo de outras informações pode ter consequências graves.

No voo charter será determinado o mesmo nº do lugar no voo de regresso CAI/MAD que for atribuído no voo MAD/LXR.

 

C) CONDIÇÕES DE ENTRADA EM PORTUGAL

Teste RT-PCR (ou teste NAAT similar) - 72h antes do embarque, ou Teste Rápido Antigénio - 48h antes do embarque, ou Certificado Digital COVID da UE (a partir de 1 julho)

O resultado dos testes deve incluir:
- tipo de teste realizado;
- nome do passageiro (conforme passaporte);
- data de nascimento;
- identificação clara do laboratório, incluindo a certificação;
- a data e hora em que a amostra foi recolhida e o resultado negativo explícito;
SMS não é um formato válido.

Crianças com menos de 12 anos não precisam de apresentar teste.

O nosso representante local/guia no Egipto estará à sua disposição (não incluído) para o ajudar em todos procedimentos necessários (marcação, deslocação ao local onde será efectuado o teste, documentação, etc ...)
o preço do teste rondará os 110 € (2000 EGP)  por pessoa para teste PCR.

 

Todos os passageiros devem ainda preencher o Passenger Locator Card (individualmente), antes da partida para Portugal ou a bordo, disponível em:  https://portugalcleanandsafe.pt/en/passenger-locator-card

 

Nota: as informações acima estão sujeitas a constantes alterações, sem aviso prévio.

Para mais informações, consulte:

https://www.traveldoc.aero/

https://www.iatatravelcentre.com/world.php

https://portaldascomunidades.mne.gov.pt/pt/vai-viajar/conselhos-aos-viajantes/africa/egipto

https://cairo.embaixadaportugal.mne.gov.pt/pt/

https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

https://cairo.embaixadaportugal.mne.gov.pt/pt/a-embaixada/noticias/covid-19-desloca%C3%A7%C3%B5es-a-portugal-atualiza%C3%A7%C3%A3o-de-22-05-2021

https://portaldascomunidades.mne.gov.pt/pt/noticias/faq-s-viagens-para-portugal-conselhos-aos-emigrantes